Reflexão de Ano Novo

 

Há algo de mágico na finalização de um ciclo.
Julgo que a magia reside na pura contemplação desse momento. Quantos de nós já desejaram começar de novo amanhã? Fazer o que ainda não foi feito. Reinventar a melhor versão do seu próprio eu, aquela que ainda não foi inventada.
Há magia em terminar e recomeçar. Chama-se vontade, e alimenta a Alma.
Se prestarmos atenção notamos como é simples perceber a Vontade que reside no âmago do nosso ser. Onde está a sua? Procure-a, ou deixesimplesmente que ela surja . A Vontade é como a lua que se esconde por detrás da nuvem e, por isso, está sempre presente.
Escute-a. Quais são os seus planos? Os seus sonhos e projectos?
Depois de a ouvir permaneça alguns instantes com ela. Respire e, em seguida, liberte tudo aquilo que escutou. Liberte-se.
Recomeçar implica libertar as amarras; ter consciência do que passou mas permitir que um novo ser nasça dos escombros da memória, apesar de todas as circunstâncias. Saiba o que passou, mas lembre-se que não é esse passado. Aquilo que é não tem nome, rótulo ou forma. Somos o recomeçar constante do tempo, a Vontade imperiosa de viver.
Reinvente-se tantas vezes quantas forem necessárias. Erre até à exaustão do erro e agradeça. Depois recomece. Pinte de novo. Ria outra vez… E descubra, perceba que nesse instante, nesse derradeiro instante mora a chave de todas as possibilidades.

Feliz Ano Novo. É altura de (Re)começar.

About the author: jperestrelo

You must be logged in to post a comment.