Dor e Amor

Regresse à casa que existe em si e respire profundamente. Entre em contacto com o seu sofrimento e pergunte-se “Por que motivo estou a sofrer? De onde provém o meu sofrimento?”
O seu sofrimento pode reflectir a dor de outros, talvez até dos seus ancestrais ou do meio que o rodeia. A sua dor contém o sofrimento de outras pessoas do seu tempo. Compreendê-la é, de alguma forma, compreender o sofrimento alheio. É muito importante que tenha a coragem de regressar a si e reconhecer a dor que existe no interior e não encobri-la com outras coisas.
Quando reconhecer o que há em si segure-a nos braços como faria com um animal ferido. Talvez seja isto que precisa fazer, talvez seja a primeira coisa a fazer – ter coragem de regressar a casa e reconhecer, abraçar e expandir o seu olhar.
Compreender o seu sofrimento trar-lhe-á alívio e, por conseguinte, libertação. Depois de tomar consciência dessa dor poderá perceber uma sensação de leveza que servirá como espelho a outras pessoas. É este o milagre das relações e o significado do Amor Incondicional.

Adaptado de Thich Nhat Hanh