conto zen

 

Um dia o rei de um nobre reino pediu aos sábios da sua corte:
– Quero fabricar um precioso anel e quero ocultar sob o seu diamante uma mensagem que me possa ajudar em momentos de desespero. Tem que ser muito breve de modo a que possa escondê-la lá.
Os eruditos estavam habituados a escrever grandes tratados e não sabiam como produzir uma mensagem de apenas duas ou três palavras que pudesse ajudar o rei.
Então um simples homem, amigo de longa data do rei, disse:
– Não sou um sábio nem tão pouco um erudito, mas conheço a mensagem que buscas. Foi-me transmitida há muito tempo por um grande mestre.
E dito isto o ancião escreveu três palavras num pequeno papel que dobrou e entregou ao rei com a advertência que só poderia ler o seu conteúdo num momento em que tudo tivesse fracassado e não encontrasse a solução para a situação.
O momento chegou quando o país foi invadido e o rei teve de fugir a cavalo para salvar a sua vida, enquanto os inimigos o perseguiam. Finalmente, chegou a um lugar onde o caminho terminava num precipício. Nesse instante recordou-se do anel. Abriu-o e retirou o papel onde se lia a seguinte mensagem:
“Isto também passará.”
Enquanto lia aquela frase, os inimigos que o perseguiam perderam-se no bosque e o rei conseguiu escapar ileso.
Após este incidente, o monarca reuniu o seu exército e reconquistou o seu reino. Houve uma grande celebração e o rei quis presentear o ancião que lhe oferecera aquela preciosa mensagem. Este pediu-lhe que voltasse a olhar para a mensagem uma vez mais.
Ao notar a sua cara de espanto, o ancião respondeu:
– Não serve apenas para situações desesperadas, mas também para as prazerosas. Não é apenas para quando te sentes derrotado mas também para quando te sentes vitorioso. Não serve somente para quando és o último, serve também para quando és o primeiro.
O rei abriu o anel e leu a mensagem: “Isto também passará” e então compreendeu.
– Recorda-te de que tudo passa – disse-lhe o ancião. – Somente restarás tu, como eterna testemunha de ti próprio.

About the author: jperestrelo

You must be logged in to post a comment.